31/10/2016 16:48

Sub 17 do São Luiz vence o Tupi de Jussara e avança para as semifinais

530 Visualizações

Apresentando um futebol envolvente, a equipe Sub 17 do São Luiz Esporte Clube venceu em casa o Tupi de Jussara por 2 a 0, e segue nas semifinais ao lado do Vila Nova, Atlético Goianiense e Santa Helena.

Em partida realizada no estádio Jutair Neto, neste sábado, dia 29, a equipe Sub 17 do São Luiz Futebol Clube – Galo da Montanha – venceu o Tupi de Jussara por 2 a 0, apresentando um futebol agressivo e bem organizado. O primeiro tempo foi de total domínio pela equipe da casa, ainda que, jogando a maior parte do jogo com um jogador a menos.

Impondo um ritmo de quem entrou pra ganhar, movimentando com toques de bola rápidos e rasteiros, logo no início da partida, Thiago recebe um preciso passe na esquerda, avançou contra a zaga adversária, numa ousada infiltração aos 10 minutos, chutou forte indefensável para o goleiro Maxuel, abrindo o marcador. O belíssimo gol levantou a galera presente com gritos e aplausos.

Aos 17 minutos do primeiro tempo, o meio-campista David num lance envolvendo o goleiro Maxuel, foi expulso ao receber cartão vermelho, por tê-lo agredido com uma cotovelada, quando disputavam uma bola que poderia resultar em gol para o São Luiz.

Depois de ter feito o gol, Thiago perdeu um pênalti chutando pra fora, e ainda, teve outras três oportunidades claras de ampliar o resultado, não sendo feliz nas conclusões. Emocionalmente abatido pela perda do pênalti, foi substituído pelo companheiro Pedro, outro atacante que não deu moleza para a defesa do Tupi. Demostrando que a equipe está bem orientada e determinada a conquistar resultados positivos.

Mesmo com um jogador a menos, o Galo se organizou, preencheu os espaços, não permitindo que o adversário conseguisse efetuar alguma jogada que viesse causar perigo a seu favor. Pelo contrário, dominou a partida com um belo toque de bola, impondo uma marcação consistente, desarticulando qualquer vantagem para o adversário.

No segundo tempo, o Galo caiu de rendimento, oferecendo algumas oportunidades para o Tupi, mas esbarrou numa defesa forte, blindada pela segura atuação do goleiro Carlão. Os atacantes do Tupi continuaram insistindo, mas não conseguiram grandes oportunidades, exceto em dois lances considerados perigosos, mas sem êxito, graças a precisa intervenção do goleiro. Os chutes de bolas paradas desferidos por Thiago Boiadeiro, na maioria de escanteios ou em alguns lances de falta próximos ao gol, foram os mais preocupantes.

De acordo com o técnico Tiago Gomes do São Luiz, o motivo do time ter recuado e diminuído o rendimento em relação ao primeiro tempo, deveu-se ao fato do número de jogadores pendurados com cartões amarelos e a partida praticamente ganha. Previsão confirmada, quando aos 42 minutos da etapa final, João Vitor (Pará) amplia o marcador, marcando o segundo gol para o time da casa e o Galo da Montanha foi pra galera.

Com o resultado de sábado, o Sub 17 do São Luiz Esporte clube, avançou para as semifinais ao lado do Vila Nova, Atlético Clube Goianiense e o Santa Helena, terceiro colocado. O próximo jogo do alvirrubro será contra o Santa Helena, em partida que será realizada na casa do adversário, sábado, dia 5, com direito a outra partida de volta no Estádio Jutair Neto.

Nos dois últimos confrontos com o Santa Helena, o São Luiz venceu por 4 a 1, depois empatou em casa por 2 a 2. O Vila, primeiro colocado, está bem na competição, em todos os resultados goleou. Entretanto, o São Luís, segundo colocado, está atrás do Vila Nova somente por saldo de gols.

O técnico Tiago Borges do Galo da Montanha (São Luiz F.C. Sub 17), no sábado, completou 27 jogos no comando da equipe, com um saldo positivo de 24 vitórias, 2 empates e uma derrota. Consciente do bom trabalho que vem desenvolvendo, Tiago Borges, disse ter gostado da forma que o time jogou. Fez uma boa partida, disse ele, jogou como estava previsto. Tocou bem a bola, foi agressivo, perdeu muitas chances de gols; 2 a 0 não fez justiça para o resultado que poderia ter sido melhor, no mínimo 5 gols de diferença. “Foi superior jogando em casa, teve postura, dominou a partida em todos os setores do campo, mesmo com um jogador a menos na maior parte da partida”, avaliou Tiago.

Técnico do Tupi de Jussara, Dorivan Dias Carvalho (Baiano), considerou o jogo razoável, embora considerasse que o seu time tenha sido inferior dentro de campo e o resultado justo. “O nosso time não jogou o que sabe, mas fez uma boa partida, dentro das suas limitações. Houve a expulsão quando não poderia acontecer, mas suportou bem”, avalia. Depois acrescenta: “Quando estávamos com um jogador a mais o time cresceu no jogo, mas ainda faltou maturidade e experiência para o nosso time. Temos atletas de 2001, de 2002, são poucos de 1999”, argumentou.

De acordo com a avaliação dos técnicos responsáveis, Cuiabano do São Luiz, responsável pelas bolas paradas, foi o melhor jogador em campo pelo o seu time e, Maxuel do Tupi, depois de fazer excelentes defesas, foi considerado o melhor jogador do time de Jussara.

Japinha do Galo da montanha e Boiadeiro do Tupi também fizeram bonitos durante o jogo, ajudaram o seu time de forma combativa e vontade de jogar.

Japinha movimentou o tempo todo, ajudou na zaga, e ainda, serviu no ataque e no meio de campo, quando não estava jogando pelos flancos.

O Galo da montanha entrou em campo com, Carlão no gol, japinha, Dethi, Lucão, Maia, David, Leandrinho, Thiago, Eduardinho, Cuiabá e Pará. No banco de reservas ficaram, Pedro Matrinchã, Dhemerson, Inho, Negão, Mabel e Feio.

O Tupi entrou em campo com, Maxuel no gol, Vitor, Fúum, Marcos, Iago, Emerson, Gustavo, Perdiz, Maycom Douglaz, Thiago Boiadeiro e Rodrigo. Na reserva ficaram, Maicom Douglas Silva, Victor Nunes, Lury, Moisés, Diego, Neylon e Victor Hugo.

A arbitragem ficou sob a responsabilidade de Everto (FGF), auxiliado por Tião Gomes (FGF) e Roberto Pereira (FGF)

Texto por, Dilson Paiva, para o DIÁRIO MONTEBELENSE