09/08/2016 08:39

Procon Goiânia encontra variações de até 43% no preço de presentes para o dia dos pais

167 Visualizações

Procon Goiânia encontra variações de até 43% no preço de presentes para o dia dos pais


O levantamento foi realizado em 17 estabelecimentos da capital levando em conta sugestões de presentes de diversas categorias, como eletroeletrônicos, calçados e perfumes, totalizando 51 itens

Uma pesquisa do Procon Goiânia revelou diferença de preços de até 44% nas opções de presentes para o dia dos pais. O levantamento foi realizado em 17 estabelecimentos da capital levando em conta sugestões de presentes de diversas categorias, como eletroeletrônicos, calçados, perfumes e cuidados pessoais, totalizando 51 itens.


O produto com a maior variação foi um barbeador elétrico, que pode ser encontrado de R$ 89,90 a R$ 129,00 em diferentes lojas. Levando em conta o mesmo tipo de item, mas considerando modelos diferentes, o maior preço constatado foi de R$ 349,90, enquanto o menor foi de R$ 84,90, ambos no mesmo estabelecimento.

Quando o assunto são os eletroeletrônicos, a maior variação chega a 32%. É o caso de um tablet de 7”cujopreço mais baixoé de R$ 249,00 (o menor valor entre todos os tablets pesquisados), enquanto o maior é de R$ 329,00. O tablet mais caro dentre todos os modelos, porém, chega a R$ 1.099.

Entre os celulares, a maior diferença encontrada foi de R$ 450,00 – R$ 1.749 na loja em que estava mais barato, e R$ 2.199,00 no local que cobrava mais caro, uma diferença de 25,7%. Os modelos mais baratos estão na faixa de R$ 699,00, enquanto os mais sofisticados chegam a R$ 2,199.

Os perfumes apresentaram uma variação menor, mas também expressiva, que chega a até R$ 53,10. É o caso de uma marca que apresentou variações de preços de R$ 319,00 em uma loja a R$ 372,10 em outra.

De acordo com o superintendente do Procon, Fernando Valadares, a orientação é pesquisar bastante os preços antes de efetuar a compra, além de ficar atento para a política de trocas da empresa, uma vez que a loja não tem a obrigação de fazer a troca por motivo de tamanho, gosto ou cor . “A legislação estabelece que a troca de produtos só deverá ser obrigatória quando a mercadoria apresentar algum defeito. Por isso, é importante também que o consumidor exija a nota fiscal”, orienta.

Dicas

O Procon Goiânia orienta que os consumidores fiquem atentos em relação às ofertas anunciadas, condições de pagamento e exigência dos documentos fiscais, garantindo, com isso, maior segurança nas relações de consumo. Além disso, se a opção for presentear com calçados, é preciso verificar se a loja oferece possibilidade de troca, caso não agrade ou não sirva. Para produtos eletrônicos, vale pedir uma demonstração na loja e verificar se o certificado de garantia está preenchido, se há manual em língua portuguesa e nota fiscal acompanhando o produto.

Qualquer consumidor que se sentir lesado deverá entrar em contato com o Procon Goiânia pelo telefone 3524-2942, em horário comercial. O órgão também disponibiliza outros canais de atendimento, como o site dentro do portal da Prefeitura de Goiânia (www.goiania.go.gov.br) e ainda o atendimento presencial na Avenida Tocantins, 191, no Setor Central.