11/02/2016 15:03

Vítima de Nonato e Saran, Goiás perde a primeira no Goianão

193 Visualizações

Vítima de Nonato e Saran, Goiás perde a primeira no Goianão

Na estreia de técnico do Goianésia, atacante participa dos três gols do Azulão e dá vitória ao Azulão do Vale

Após três rodadas de invencibilidade, o Goiás conheceu sua primeira derrota no Campeonato Goiano. Jogando no Estádio Valdeir José de Oliveira, o time esmeraldino caiu para o Goianésia, por 3 a 2, em noite inspirada do veterano atacante Nonato e estreia do técnico Jorge Saran.

O atacante de 36 anos participou dos três gols do Azulão do Vale na virada, criou a jogada do gol de Maranhão e marcou os outros dois. Para o Goiás, Patrick e Wagner balançaram as redes. Com a primeira vitória na competição, o Goianésia subiu para 3ª colocação do Grupo B com 3 pontos. O Goiás se beneficiou da derrota do Anápolis para o Atlético e segue na liderança do Grupo A com 9 pontos.

O Goiás volta a campo no próximo domingo, às 17 horas, no Estádio Serra Dourada, para o clássico contra o Atlético, em jogo válido pela 5ª rodada do 1º turno. Na mesma data e horário, o Goianésia, por sua vez, visita o Trindade no Estádio Abrão Manoel da Costa, em Trindade.

O jogo

A partida começou aberta, com as duas equipes com espaço. Nonato desperdiçou chance logo aos dois minutos. Mas a primeira boa oportunidade criada pelo Goiás resultou em gol. Patrick deu chapéu no meio de campo e arrancou com velocidade.

O volante esmeraldino deu passe para o meia Wagner, Roni tentou cortar, mas a bola chegou no camisa 10 que devolveu de primeira. Patrick invadiu a área e finalizou com o pé canhoto para abrir o placar.

Estreante da noite, o atacante Edson Júnior teve boa chance aos 25 minutos. O prata da casa girou e finalizou bem, mas o goleiro Leandro estava esperto e impediu o segundo gol esmeraldino.

O Goianésia não estava entregue. Aos 30, Nonato ganhou de Wesley Matos na velocidade e bateu cruzado com força. A bola bateu no pé da trave e Maranhão aproveitou o rebote. Foi o primeiro gol sofrido pelo Goiás no Campeonato Goiano.

Importante no primeiro gol, coube a Nonato marcar o da virada aos 33 minutos. Após bola batida cruzada, Renan afastou mal e o atacante do Azulão conferiu o rebote. A virada levou a torcida em Goianésia à loucura. E não parou por aí.

Quatro minutos mais tarde, sempre no segundo poste, Nonato apareceu para completar cruzamento do lateral direito Thiago Araújo. O atacante escorou de pé esquerdo para deslocar Renan.

Para o 2º tempo, o técnico Enderson Moreira sacou o volante Willian para colocar outro, o estreante Ramires. No prejuízo, o Goiás tentava pressionar nos minutos iniciais, mas o Goianésia estava bem organizado na defesa e segurava o ímpeto visitante.

Enderson mexeu mais vezes. Sacou Edson Júnior para colocar Liniker e tirou Wendel para lançar Arthur. Aos 30, o Goiás chegou ao segundo gol. O lateral direito Sueliton fez lançamento preciso para Wagner subir sozinho na área e escorar de cabeça para diminuir.

O Goiás até pressionou em busca do empate, mas os mandantes seguraram o resultado e fizeram a festa da torcida no estádio.

FICHA TÉCNICA
Goianésia 3 x 2 Goiás

Goianésia:Leandro; Thiago Araújo (Alemão), Luciano, Allef e Léo Carvalho; Roni, Cléber, Gilberto e Paulo (Diniz); Nonato e Maranhão (Elcarlos). Técnico: Jorge Saran
Goiás:Renan; Sueliton, Wesley Matos, David Duarte e Juninho; Willian (Ramires), Wendel (Arthur), Patrick e Wagner; Carlos Eduardo e Edson Júnior (Liniker). Técnico: Enderson Moreira
Local: Estádio Valdeir José de Oliveira, em Goianésia (GO)
Arbitragem: Elmo Resende
Assistentes: Márcio Soares e Adaílton Fernando
Gols: Patrick aos 9' do 1º tempo, Wagner aos 30' do 2º tempo (Goiás); Maranhão aos 30' e Nonato aos 33' e 38' do 1º tempo (Goianésia)
Cartões Amarelos: Willian, Juninho, Patrick, Wesley Matos (Goiás); Allef, Gilberto, Diniz, Cléber, Leandro (Goianésia)
Público Pagante:
Renda: R$

Fonte: opopular